Dia Verde: Combate e Conscientização do Câncer de Cabeça e Pescoço.

Na última quarta-feira, 27 de julho, Dia Estadual e Mundial de Conscientização e Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço, foram promovidas ações no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp), com o intuito de alertar as pessoas para os tumores que se desenvolvem na boca, língua, faringe, laringe, glândulas salivares, cavidade nasal e da tireoide, e que afetam diretamente as funções de fala, deglutição, respiração, paladar e olfato.

De acordo com o chefe do Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do Icesp, Dr. Marco Aurélio Kulcsar, é muito importante consultar um médico ao sentir qualquer sintoma. “Quanto mais cedo o tumor for diagnosticado, maiores são as chances de cura. Em tratamentos precoces, a chance do paciente ficar curado é entre 80 a 90%, independentemente do tipo de câncer de cabeça e pescoço. Além disso, os tumores precoces possuem custo de tratamento 10 vezes menor que os avançados”, finaliza o especialista.

As comemorações do Dia Verde tiveram início com a exposição do carro da equipe da Stock Car na entrada do Icesp, e a visita do tricampeão Ricardo Maurício, que foi recepcionado pela Diretora Executiva do Icesp, Joyce Chacon Fernandes, pelo Presidente do Conselho Diretor, Prof. Dr. Paulo Hoff e pelo chefe do Grupo de Câncer de Cabeça, Pescoço e Tórax da Oncologia Clínica, Prof. Dr. Gilberto Castro Júnior.

Durante todo o dia, ações foram programadas em celebração ao Julho Verde, sendo elas, atividades itinerantes de conscientização e prevenção, realizadas com os colaboradores no refeitório, ambulatórios e no CETO e um “Entendendo o Câncer” com a participação da equipe multidisciplinar, que promoveram uma mesa redonda onde apresentaram os métodos de atuações utilizados no Icesp para pacientes com câncer de cabeça e pescoço. Além do uso de camisetas verdes, realizada pelos colaboradores, em apoio à campanha.

Aconteceu no Icesp

WhatsApp Image 2022-11-29 at 11.45
Icesp recebe Prêmio Amigo do Meio Ambiente (PAMA)
IMG_1541
Icesp Run: 6ª edição - Galeria
221108 - Premiação Ibross (58) - Daniel CardosoIbross
Icesp está entre os melhores hospitais públicos do Brasil
221104 - Lançamento Livro Tratado de Oncologia (3)
2ª edição do livro Tratado de Oncologia é lançada em novembro
_V6A1930
Instituto do Câncer promove desfile de pacientes para sensibilizar população sobre os cânceres de mama e próstata
221117-Novembro-Azul-acao-no-metro-3
Instituto do Câncer promove ação no metrô para sensibilizar a população sobre o novembro azul
4210236
Blitz da Saúde do Outubro Rosa contempla colaboradores do Icesp e do Instituto de Radiologia (InRad)
endoscopia-camera-digestiva-alta-exame-medico-1618416985386_v2_900x506
Grupo de pesquisadores do Icesp recebe Prêmio Pitanga Santos

É o tratamento que utiliza iodo radioativo (Iodo-131) para o controle dos carcinomas diferenciados da glândula tireoide.

O objetivo é combater às células cancerígenas que ainda restaram na tireoide após a cirurgia (tireoidectomia) ou metástases, sendo destruídas através da radiação emitida pelo iodo.

Os pacientes recebem orientação para realização de uma dieta pobre em iodo, no período que antecede a internação, através do nutricionista ambulatorial. Evitam o consumo de sal iodado, sal marinho e alimentos salgados, pois são fontes de iodo.

O que você deve fazer:

• Enxágue a boca com água pura antes das refeições ou faça bochechos com chá de camomila antes das refeições.
• Experimente balas azedas e/ou ácidas ou gotas de limão (30 gotas em 1 copo de 200ml) ou gelatina de limão (caso não apresente feridas na boca).
• Use temperos naturais em maior quantidade, como: manjericão, orégano, salsinha, hortelã, alecrim, coentro, por exemplo.
• Substitua os talheres de metal pelos de plástico, caso sinta sabor residual metálico.
• Mantenha boa higiene bucal.

O que você deve evitar:

• Consumir alimentos muito quentes ou muito gelados.

O que você deve fazer:

• Preparar sua refeição na consistência que for mais bem tolerada, que ofereça menor dificuldade para mastigar ou engolir, podendo variar entre branda, pastosa ou líquida (conforme avaliação da fonoaudióloga).
• Tomar pequenos goles de água ou suco durante as refeições podem ajudar a engolir.
• Faça as refeições em pequenas quantidades, várias vezes ao dia.

O que você deve fazer:

• Consuma alimentos macios e pastosos.
• Prefira alimentos gelados ou à temperatura ambiente.
• Se necessário, utilize alimentos líquidos ou liquidificados.

O que você deve evitar:

• Alimentos ácidos, picantes ou muito salgados.
• Alimentos muito quentes.

O que você deve fazer:

• Prepare as refeições com caldos ou molhos. 
• Se não houver feridas na boca, chupe balas azedas e/ou ácidas, picolés ou gelo e mastigue chicletes (de preferência sabor menta), que podem ajudar a produzir mais saliva.
• Consumir líquidos em abundância: chás, sucos diluídos e, principalmente, água.

O que você deve evitar:

• Comer alimentos secos.

O que você deve fazer:

• Consuma líquidos em abundância (chás, sucos diluídos e principalmente água).
• Prefira frutas laxativas: ameixa, laranja, mamão, abacate, ameixa seca, manga, banana nanica.
• Consuma as frutas com casca e bagaço, quando possível.
• Consuma preferencialmente hortaliças cruas (legumes e verduras).
• Consuma farelo de cereais (arroz, aveia ou trigo).
• Consuma produtos integrais (arroz, pães e torradas).
• Consuma leguminosas regularmente (ervilha, feijão, grão de bico, lentilha, soja, por exemplo).
• Consuma leite e derivados: iogurte, leite fermentado, mingau de aveia.

O que você deve evitar:

• Alimentos constipantes, como ricota fresca, queijo branco, sagu, tapioca, maisena, banana prata, banana maçã, pera, goiaba e maçã sem casca e sem sementes, caju.

O que você deve fazer:

• Consuma líquidos em abundância: chás, sucos coados e principalmente água.
• Procure ingerir alimentos como batatas, chuchu, cenoura cozida, aipim, inhame, cará, creme de arroz, arroz, macarrão com molho caseiro coado, farinhas, torradas, biscoito água e sal ou de maisena, carnes grelhadas (frango, peixe ou boi).
• Prefira sucos de frutas coados: limonada, caju, maçã e laranja sem açúcar.
• Prefira leite de soja.
• Consuma as frutas: banana-maçã, maçã e pera sem casca, goiaba sem casca e semente, caju.
• Consuma apenas o caldo de leguminosas (feijão, ervilha, lentilha, grão de bico). 

O que você deve evitar:

• Leite e derivados. 
• Alimentos gordurosos (manteiga, toucinho, banha, creme de leite, por exemplo).
• Frutas cruas em geral.
• Frutas e sementes oleaginosas (abacate, coco, nozes, amêndoas, amendoim, castanhas). 
• Condimentos picantes (páprica, pimenta, mostarda, ketchup, por exemplo).
• Conservas em geral (picles, azeitona, palmito, aspargos, milho e ervilha).
• Embutidos (salsicha, linguiça, presunto, salame, mortadela, por exemplo). 
• Leguminosas (feijão, ervilha, lentilha, grão de bico).
• Hortaliças cruas: legumes e verduras folhosas.
• Alimentos que causam flatulência (gases), como couve-flor, brócolis, repolho e ovo.

O que você deve fazer:

• Prefira alimentos gelados ou em temperatura ambiente.
• Faça pequenas refeições em menor intervalo de tempo.
• Coma devagar e mastigue bem os alimentos.
• Beba sucos ou chupe gelo ou picolé de frutas cítricas, como limão (se não estiver com feridas na boca) nos intervalos das refeições.
• Realize suas refeições em lugares bem arejados.

O que você deve evitar:

•Frituras e alimentos gordurosos.
•Doces concentrados, como compotas, goiabada, marmelada.
•Condimentos fortes (pimenta, ketchup, mostarda, molho inglês, por exemplo).
•Deitar-se após as refeições.
•Ficar próximo à cozinha durante o preparo das refeições. 

Banco Santander 033

Agência 0201

Conta Corrente 13-005061-5

Fundação Faculdade de Medicina/ICESP

CNPJ 56.577.059/0006-06

Skip to content
Faça a sua doação