Programa de Residência Médica em Oncologia Clínica

Destinado a médicos que concluíram o Programa de Residência Médica em Clínica Médica devidamente credenciados pela Comissão Nacional de Residência Médica, o Programa de Residência Médica em Oncologia Clínica segue as diretrizes educacionais instituídas pela Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica e tem duração de 36 meses (3 anos), divididos em R1, R2 e R3, contando com 14 vagas por ano.


O Programa é referência internacional de ensino e já formou mais de 186 médicos oncologistas. Além disso, alcançou, por dois anos consecutivos (2022 e 2023), a maior pontuação no exame da Sociedade Americana de Oncologia Clínica (ASCO), o que coloca a instituição na liderança entre os melhores profissionais de oncologia do mundo e atesta o desempenho excepcional dos residentes junto com a qualidade do ensino especializado oferecido.

No Instituto, o ensino não tem fronteiras, e, por isso recebemos profissionais de todos os estados brasileiros e de muitos centros do exterior em suas atividades de formação de recursos humanos e difusão do conhecimento. Atualmente, existem residentes egressos do Programa atuam em diversos centros oncológicos do Brasil e pelo mundo.

Estrutura do Programa de Residência

R1

No primeiro ano, os médicos residentes são inseridos em atividades de atendimento ao paciente oncológico internado em regime de enfermaria, possuem contato diário com equipe multidisciplinar, incluindo equipe de cuidados paliativos, e também participam de atendimento ambulatorial semanalmente de forma contínua. Este ambulatório será fixo por residente, que o conduzirá desde o início do R1 até o final do R3 sob supervisão de assistentes discutidores.

R2:

No segundo ano, as atividades principais incluem atendimento ambulatorial ao paciente oncológico em todos os subtipos de tumores, além de estágios para atendimento em setores de urgência e emergência no Centro de Atendimento de Intercorrências Oncológicas (CAIO), Unidade de Terapia Intensiva (UTI), quimioterapia e avaliações de casos oncológicos no Hospital das Clínicas. Como complementação ao cuidado integrado do paciente oncológico, há também estágios observacionais no setor de radioterapia e patologia.

R3:

No terceiro ano, são mantidas as atividades de atendimento ambulatorial, incluindo atendimento na Unidade Ambulatorial de Osasco e também atendimento ao paciente internado. Além disso, são previstos estágios eletivos internos e externos, incluindo possibilidade de estágio no exterior, em caso de interesse.

Para todos os residentes, as atividades de ensino, incluindo aulas e discussão de artigos, ocorrem três vezes por semana. Há também a participação ativa dos residentes em reuniões multidisciplinares dos diferentes grupos de tumores para discussão de casos complexos. Além disso, no segundo e terceiro ano, é reservado um período da grade para dedicação ao desenvolvimento de pesquisa clínica na Instituição.

Todos os rodízios envolvem participação em subgrupos específicos do Serviço de Oncologia Clínica, dedicados ao acompanhamento de pacientes conforme a patologia de base segundo abaixo descrito.

Ingresso 2024

Todas as inscrições para este Programa são feitas por meio do Edital disponibilizado no site e avaliadas pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP).

O período de inscrição é de 17/10/23 até o dia 7/11/2023.

Serviço de Oncologia Clínica - Icesp

Professor Titular da Disciplina de Oncologia Clínica e Supervisor de Residência Médica em Oncologia

Prof. Dr. Paulo M. Hoff – http://lattes.cnpq.br/1161396481073464

 

Coordenadora da Oncologia Clínica

Profa. Dra. Maria Del Pilar E. Diz – http://lattes.cnpq.br/4792805111122908

 

Chefe do grupo de tumores gastrointestinais

Prof. Dr. Jorge Sabbaga – http://lattes.cnpq.br/8634170443256061

Chefe do grupo de oncologia torácica e câncer de cabeça e pescoço

Prof. Dr. Gilberto de Castro Junior – http://lattes.cnpq.br/9380674942905578

Chefe do grupo de sarcomas e melanomas

Dr. Olavo Feher – http://lattes.cnpq.br/3903499317615776 

Chefe do grupo de tumores genitourinários

Dr. Jose Mauricio Mota – http://lattes.cnpq.br/2835219466570770

Chefe do grupo de câncer de mama

Dra. Laura Testa – http://lattes.cnpq.br/8516573333041436

Chefe do grupo de tumores ginecológicos

Dra. Vanessa da Costa Miranda – http://lattes.cnpq.br/7336220567453335

Programa de Residência Médica em Oncologia

Supervisora do Programa de Residência Médica em Oncologia Clínica

Dra. Milena Perez Mak – http://lattes.cnpq.br/9273974908097431

Coordenação 

Dr. Gabriel Watarai
Dra. Marília Polo

Preceptoria 

Dra. Maria Cecília Mathias
Dra. Amanda Acioli
Dra. Ana Paula Messias
Dra. Jessica Vasconcellos
Dra. Leticia Leis

Conheça os residentes do Programa

R1
R2
R3

Aconteceu no Icesp

Two general practitioners analyzing medical reports at doctor's office
Icesp promove Capacitação Técnica em Monitorização Hemodinâmica e Manejo de exames laboratoriais e de imagem em Pacientes Críticos
A124 - Centro de Reabilitação - CARF_linkedin
Serviço de Reabilitação do Icesp recebe selo de reacreditação da Commission on Accreditation of Rehabilitation Facilities (CARF)
capa
Instituto do Câncer promove ação na Avenida Paulista para campanha de conscientização sobre o HPV

É o tratamento que utiliza iodo radioativo (Iodo-131) para o controle dos carcinomas diferenciados da glândula tireoide.

O objetivo é combater às células cancerígenas que ainda restaram na tireoide após a cirurgia (tireoidectomia) ou metástases, sendo destruídas através da radiação emitida pelo iodo.

Os pacientes recebem orientação para realização de uma dieta pobre em iodo, no período que antecede a internação, através do nutricionista ambulatorial. Evitam o consumo de sal iodado, sal marinho e alimentos salgados, pois são fontes de iodo.

O que você deve fazer:

• Enxágue a boca com água pura antes das refeições ou faça bochechos com chá de camomila antes das refeições.
• Experimente balas azedas e/ou ácidas ou gotas de limão (30 gotas em 1 copo de 200ml) ou gelatina de limão (caso não apresente feridas na boca).
• Use temperos naturais em maior quantidade, como: manjericão, orégano, salsinha, hortelã, alecrim, coentro, por exemplo.
• Substitua os talheres de metal pelos de plástico, caso sinta sabor residual metálico.
• Mantenha boa higiene bucal.

O que você deve evitar:

• Consumir alimentos muito quentes ou muito gelados.

O que você deve fazer:

• Preparar sua refeição na consistência que for mais bem tolerada, que ofereça menor dificuldade para mastigar ou engolir, podendo variar entre branda, pastosa ou líquida (conforme avaliação da fonoaudióloga).
• Tomar pequenos goles de água ou suco durante as refeições podem ajudar a engolir.
• Faça as refeições em pequenas quantidades, várias vezes ao dia.

O que você deve fazer:

• Consuma alimentos macios e pastosos.
• Prefira alimentos gelados ou à temperatura ambiente.
• Se necessário, utilize alimentos líquidos ou liquidificados.

O que você deve evitar:

• Alimentos ácidos, picantes ou muito salgados.
• Alimentos muito quentes.

O que você deve fazer:

• Prepare as refeições com caldos ou molhos. 
• Se não houver feridas na boca, chupe balas azedas e/ou ácidas, picolés ou gelo e mastigue chicletes (de preferência sabor menta), que podem ajudar a produzir mais saliva.
• Consumir líquidos em abundância: chás, sucos diluídos e, principalmente, água.

O que você deve evitar:

• Comer alimentos secos.

O que você deve fazer:

• Consuma líquidos em abundância (chás, sucos diluídos e principalmente água).
• Prefira frutas laxativas: ameixa, laranja, mamão, abacate, ameixa seca, manga, banana nanica.
• Consuma as frutas com casca e bagaço, quando possível.
• Consuma preferencialmente hortaliças cruas (legumes e verduras).
• Consuma farelo de cereais (arroz, aveia ou trigo).
• Consuma produtos integrais (arroz, pães e torradas).
• Consuma leguminosas regularmente (ervilha, feijão, grão de bico, lentilha, soja, por exemplo).
• Consuma leite e derivados: iogurte, leite fermentado, mingau de aveia.

O que você deve evitar:

• Alimentos constipantes, como ricota fresca, queijo branco, sagu, tapioca, maisena, banana prata, banana maçã, pera, goiaba e maçã sem casca e sem sementes, caju.

O que você deve fazer:

• Consuma líquidos em abundância: chás, sucos coados e principalmente água.
• Procure ingerir alimentos como batatas, chuchu, cenoura cozida, aipim, inhame, cará, creme de arroz, arroz, macarrão com molho caseiro coado, farinhas, torradas, biscoito água e sal ou de maisena, carnes grelhadas (frango, peixe ou boi).
• Prefira sucos de frutas coados: limonada, caju, maçã e laranja sem açúcar.
• Prefira leite de soja.
• Consuma as frutas: banana-maçã, maçã e pera sem casca, goiaba sem casca e semente, caju.
• Consuma apenas o caldo de leguminosas (feijão, ervilha, lentilha, grão de bico). 

O que você deve evitar:

• Leite e derivados. 
• Alimentos gordurosos (manteiga, toucinho, banha, creme de leite, por exemplo).
• Frutas cruas em geral.
• Frutas e sementes oleaginosas (abacate, coco, nozes, amêndoas, amendoim, castanhas). 
• Condimentos picantes (páprica, pimenta, mostarda, ketchup, por exemplo).
• Conservas em geral (picles, azeitona, palmito, aspargos, milho e ervilha).
• Embutidos (salsicha, linguiça, presunto, salame, mortadela, por exemplo). 
• Leguminosas (feijão, ervilha, lentilha, grão de bico).
• Hortaliças cruas: legumes e verduras folhosas.
• Alimentos que causam flatulência (gases), como couve-flor, brócolis, repolho e ovo.

O que você deve fazer:

• Prefira alimentos gelados ou em temperatura ambiente.
• Faça pequenas refeições em menor intervalo de tempo.
• Coma devagar e mastigue bem os alimentos.
• Beba sucos ou chupe gelo ou picolé de frutas cítricas, como limão (se não estiver com feridas na boca) nos intervalos das refeições.
• Realize suas refeições em lugares bem arejados.

O que você deve evitar:

•Frituras e alimentos gordurosos.
•Doces concentrados, como compotas, goiabada, marmelada.
•Condimentos fortes (pimenta, ketchup, mostarda, molho inglês, por exemplo).
•Deitar-se após as refeições.
•Ficar próximo à cozinha durante o preparo das refeições. 

Banco Santander 033

Agência 0201

Conta Corrente 13-005061-5

Fundação Faculdade de Medicina/ICESP

CNPJ 56.577.059/0006-06

Pular para o conteúdo
Faça a sua doação