Instituto do Câncer promove desfile de pacientes para sensibilizar população sobre os cânceres de mama e próstata

A ação é realizada anualmente em prol da campanha Outubro Rosa; este ano, ela abraçará também o Novembro Azul

Na última quarta-feira (23 de novembro), o hall de entrada do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp), unidade ligada ao Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP e à Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, foi palco para o desfile Dez Anos na Passarela.

Realizado desde 2012, o evento faz alusão à campanha Outubro Rosa, mês de conscientização sobre o câncer de mama, e também, em prol do Novembro Azul, mês de conscientização sobre o câncer de próstata e saúde do homem.

“São momentos emocionantes quando depois de tudo pronto, assistimos nossos queridos pacientes desfilarem com garra, alegria, emoção, e o mais importante, mostrando a todos que a vida, a beleza e o autocuidado caminham juntos em toda sua jornada. Difícil não se emocionar com tamanha alegria e realização”, comenta a coordenadora do Centro Integrado de Humanização do Icesp, Maria Helena Sponton.

Com a temática “Dez Anos na Passarela”, a ação contou com 40 pacientes, entre homens e mulheres, que desfilaram com roupas sofisticadas e da cor off white, confeccionadas por alunos do curso de Moda da Faculdade Santa Marcelina, parceiros do evento desde 2014. As vestimentas foram produzidas após um encontro entre os pacientes e estudantes, que trocaram histórias, gostos e medidas para o desenvolvimento das roupas. Os alunos também foram responsáveis por produzir um painel que fez parte do cenário, feito da junção de tecidos de diferentes texturas.

O desfile também teve a presença de um DJ para animar o evento e, este ano, uma novidade: seis crianças entraram na passarela e entregaram flores aos pacientes. Além disso, contaram com 24 apoiadores, entre eles: Rotary Club Satélite Sudeste, Payot, Mary Kay, Claudia Arbex, a consultora de moda Danielle Ferraz e a loja Tess. Eles doaram diversos itens, como produtos de higiene bucal, lenços, acessórios, brinquedos, calçados para as crianças, flores e presentes.

Manhã de preparação

Antes de desfilarem, os pacientes tiveram uma manhã de produção. O maquiador Rodrigo Gomes e sua equipe ficaram responsáveis pela maquiagem e penteado, e os modelos fizeram um breve ensaio antes de entrarem na passarela. As crianças também puderam se maquiar e ficaram em uma sala separada. E todos puderam degustar de um café da manhã.

“O desfile de pacientes é um dos momentos mais importantes do Instituto e todo ano reforça a importância das campanhas Outubro Rosa e Novembro Azul, que visam a conscientização sobre os cânceres de mama e de próstata. Mas o evento é, acima de tudo, uma forma de comemorarmos o sucesso do tratamento dos nossos pacientes e demonstrar que existe vida após o câncer, que é possível recuperar a autoestima e ter uma participação ativa na sociedade após o tratamento”, finaliza o Prof. Dr. Paulo Hoff, Presidente do Conselho Diretor do Instituto.

Aconteceu no Icesp

WhatsApp Image 2022-11-29 at 11.45
Icesp recebe Prêmio Amigo do Meio Ambiente (PAMA)
IMG_1541
Icesp Run: 6ª edição - Galeria
221108 - Premiação Ibross (58) - Daniel CardosoIbross
Icesp está entre os melhores hospitais públicos do Brasil
221104 - Lançamento Livro Tratado de Oncologia (3)
2ª edição do livro Tratado de Oncologia é lançada em novembro
_V6A1930
Instituto do Câncer promove desfile de pacientes para sensibilizar população sobre os cânceres de mama e próstata
221117-Novembro-Azul-acao-no-metro-3
Instituto do Câncer promove ação no metrô para sensibilizar a população sobre o novembro azul
4210236
Blitz da Saúde do Outubro Rosa contempla colaboradores do Icesp e do Instituto de Radiologia (InRad)
endoscopia-camera-digestiva-alta-exame-medico-1618416985386_v2_900x506
Grupo de pesquisadores do Icesp recebe Prêmio Pitanga Santos
banner-home3-min
Residentes da Oncologia Clínica do Icesp obtêm média mais alta em exame mundial

É o tratamento que utiliza iodo radioativo (Iodo-131) para o controle dos carcinomas diferenciados da glândula tireoide.

O objetivo é combater às células cancerígenas que ainda restaram na tireoide após a cirurgia (tireoidectomia) ou metástases, sendo destruídas através da radiação emitida pelo iodo.

Os pacientes recebem orientação para realização de uma dieta pobre em iodo, no período que antecede a internação, através do nutricionista ambulatorial. Evitam o consumo de sal iodado, sal marinho e alimentos salgados, pois são fontes de iodo.

O que você deve fazer:

• Enxágue a boca com água pura antes das refeições ou faça bochechos com chá de camomila antes das refeições.
• Experimente balas azedas e/ou ácidas ou gotas de limão (30 gotas em 1 copo de 200ml) ou gelatina de limão (caso não apresente feridas na boca).
• Use temperos naturais em maior quantidade, como: manjericão, orégano, salsinha, hortelã, alecrim, coentro, por exemplo.
• Substitua os talheres de metal pelos de plástico, caso sinta sabor residual metálico.
• Mantenha boa higiene bucal.

O que você deve evitar:

• Consumir alimentos muito quentes ou muito gelados.

O que você deve fazer:

• Preparar sua refeição na consistência que for mais bem tolerada, que ofereça menor dificuldade para mastigar ou engolir, podendo variar entre branda, pastosa ou líquida (conforme avaliação da fonoaudióloga).
• Tomar pequenos goles de água ou suco durante as refeições podem ajudar a engolir.
• Faça as refeições em pequenas quantidades, várias vezes ao dia.

O que você deve fazer:

• Consuma alimentos macios e pastosos.
• Prefira alimentos gelados ou à temperatura ambiente.
• Se necessário, utilize alimentos líquidos ou liquidificados.

O que você deve evitar:

• Alimentos ácidos, picantes ou muito salgados.
• Alimentos muito quentes.

O que você deve fazer:

• Prepare as refeições com caldos ou molhos. 
• Se não houver feridas na boca, chupe balas azedas e/ou ácidas, picolés ou gelo e mastigue chicletes (de preferência sabor menta), que podem ajudar a produzir mais saliva.
• Consumir líquidos em abundância: chás, sucos diluídos e, principalmente, água.

O que você deve evitar:

• Comer alimentos secos.

O que você deve fazer:

• Consuma líquidos em abundância (chás, sucos diluídos e principalmente água).
• Prefira frutas laxativas: ameixa, laranja, mamão, abacate, ameixa seca, manga, banana nanica.
• Consuma as frutas com casca e bagaço, quando possível.
• Consuma preferencialmente hortaliças cruas (legumes e verduras).
• Consuma farelo de cereais (arroz, aveia ou trigo).
• Consuma produtos integrais (arroz, pães e torradas).
• Consuma leguminosas regularmente (ervilha, feijão, grão de bico, lentilha, soja, por exemplo).
• Consuma leite e derivados: iogurte, leite fermentado, mingau de aveia.

O que você deve evitar:

• Alimentos constipantes, como ricota fresca, queijo branco, sagu, tapioca, maisena, banana prata, banana maçã, pera, goiaba e maçã sem casca e sem sementes, caju.

O que você deve fazer:

• Consuma líquidos em abundância: chás, sucos coados e principalmente água.
• Procure ingerir alimentos como batatas, chuchu, cenoura cozida, aipim, inhame, cará, creme de arroz, arroz, macarrão com molho caseiro coado, farinhas, torradas, biscoito água e sal ou de maisena, carnes grelhadas (frango, peixe ou boi).
• Prefira sucos de frutas coados: limonada, caju, maçã e laranja sem açúcar.
• Prefira leite de soja.
• Consuma as frutas: banana-maçã, maçã e pera sem casca, goiaba sem casca e semente, caju.
• Consuma apenas o caldo de leguminosas (feijão, ervilha, lentilha, grão de bico). 

O que você deve evitar:

• Leite e derivados. 
• Alimentos gordurosos (manteiga, toucinho, banha, creme de leite, por exemplo).
• Frutas cruas em geral.
• Frutas e sementes oleaginosas (abacate, coco, nozes, amêndoas, amendoim, castanhas). 
• Condimentos picantes (páprica, pimenta, mostarda, ketchup, por exemplo).
• Conservas em geral (picles, azeitona, palmito, aspargos, milho e ervilha).
• Embutidos (salsicha, linguiça, presunto, salame, mortadela, por exemplo). 
• Leguminosas (feijão, ervilha, lentilha, grão de bico).
• Hortaliças cruas: legumes e verduras folhosas.
• Alimentos que causam flatulência (gases), como couve-flor, brócolis, repolho e ovo.

O que você deve fazer:

• Prefira alimentos gelados ou em temperatura ambiente.
• Faça pequenas refeições em menor intervalo de tempo.
• Coma devagar e mastigue bem os alimentos.
• Beba sucos ou chupe gelo ou picolé de frutas cítricas, como limão (se não estiver com feridas na boca) nos intervalos das refeições.
• Realize suas refeições em lugares bem arejados.

O que você deve evitar:

•Frituras e alimentos gordurosos.
•Doces concentrados, como compotas, goiabada, marmelada.
•Condimentos fortes (pimenta, ketchup, mostarda, molho inglês, por exemplo).
•Deitar-se após as refeições.
•Ficar próximo à cozinha durante o preparo das refeições. 

Banco Santander 033

Agência 0201

Conta Corrente 13-005061-5

Fundação Faculdade de Medicina/ICESP

CNPJ 56.577.059/0006-06

Skip to content
Faça a sua doação