ICESP

A experiência do paciente. Com o olhar voltado para esse tema, no dia 12 de maio, o Icesp realizou um colóquio de Humanização. O encontro contou com palestras do Dr. Marcelo Alvarenga, Gerente Médico de Experiência do Paciente no Hospital Sírio Libanês, e da Dra. Kelly Cristina Rodrigues, Professora da FGV e Presidente da Empresa Pacient Centricity Consulting e da Sra. Vanessa Danzini, Gerontóloga pela USP e pós-graduada em Administração.

A Experiência do Paciente representa uma somatória de todas as interações que influenciam a percepção do paciente, ou seja, a forma como ele assimila o que sente, vê e ouve quando recebe esses cuidados.

Se na indústria ou no comércio fala-se muito sobre a “satisfação do cliente”, que identifica fatores com o intuito de vender mais, o mesmo não se aplica às organizações de saúde, já que ninguém busca um serviço de saúde por prazer, mas, sim, por necessidade. 

Assim, nas instituições que oferecem esse serviço, o que costuma contar é a forma como esses clientes/pacientes são acolhidos, considerados e atendidos ao longo da jornada de cuidados dos quais precisam. Ou seja, a interação do paciente com os elementos de uma organização de saúde configura na vida dos pacientes uma experiência de cuidado positiva, neutra ou negativa.

Para Maria Helena Sponton, coordenadora de Humanização do Icesp, é fundamental criar oportunidades para discussões sobre a Experiência do Paciente em relação aos cuidados de saúde.

“Sabemos que um ambiente atencioso e seguro, assim como um cuidado reconfortante, no qual se preze por um tratamento digno e respeitoso e que garanta a transmissão de informações claras que auxiliem na tomada de decisão sobre os cuidados são elementos que refletem em uma experiência positiva do paciente”, explica a coordenadora.

 

INSTITUTO DO CÂNCER DO ESTADO DE SÃO PAULO

Av. Dr. Arnaldo, 251 - Cerqueira César - São Paulo - SP
CEP: 01246-000 | Tel.11 3893-2000