O que é o câncer de bexiga? 

A bexiga armazena a urina produzida pelo rim.  O câncer na bexiga é o segundo colocado entre os tipos de tumores que atingem os sistemas genital e urinário, ficando atrás do de próstata. 

Quais são os sintomas aos quais é necessário ficar atento? 

Sangue na urina, infecções urinárias frequentes e ardência ao urinar, aumento da frequência urinária e sensação de esvaziamento incompleto. São sintomas também presentes em outras doenças benignas, por isso é importante procurar orientação médica.

Como diagnosticar esse tipo de tumor? 

O câncer de bexiga pode ser diagnosticado por meio de exames na urina e de imagens (como a tomografia computadorizada e a cistoscopia, que consiste na avaliação interna do órgão por uma câmera). Quanto antes for feito o diagnóstico, maiores são as chances de curas.

Como se prevenir? 

Não fumar é o passo principal. É importante manter uma dieta rica em vegetais e frutas, evitando a ingestão excessiva de gorduras, e beber bastante líquido. Pessoas com infecções urinárias recorrentes e que usam sonda devem ficar atentos, pois também fazem parte do grupo de risco para o câncer de bexiga. 

Como é o tratamento? 

O médico definirá o tratamento de acordo com a evolução da doença. O tumor pode ser totalmente retirado durante a cistoscopia, extraído com parte da bexiga ou removido juntamente com todo o órgão. A quimioterapia e a radioterapia também podem ser usadas como tratamentos complementares. 

 

INSTITUTO DO CÂNCER DO ESTADO DE SÃO PAULO

Av. Dr. Arnaldo, 251 - Cerqueira César - São Paulo - SP
CEP: 01246-000 | Tel.11 3893-2000