Hábitos saudáveis são os principais inimigos do câncer. Um passo importante na prevenção é não fumar. Já está provado que o cigarro contém milhares de substâncias tóxicas, sendo cerca de 40 delas cancerígenas. Quem fuma pode desenvolver tumores na boca, faringe, pâncreas, laringe, esôfago, estômago, bexiga, rim, colo de útero, mama, intestino e, principalmente, pulmão.

As bebidas alcoólicas também podem ser vilãs para quem quer se prevenir do câncer. Já se sabe que o álcool potencializa a ação do cigarro, por isso, a união do dois é perigosa. 

Relações sexuais seguras também são essenciais. O uso do preservativo pode evitar a contaminação por vírus transmitidos sexualmente, como o papiloma vírus humano (HPV) e as hepatites B e C, que podem desencadear alguns tipos de câncer.

Manter uma dieta saudável e equilibrada é outro passo importante. É sempre bom evitar o consumo excessivo de açúcar, gordura, carne vermelha, suína e processadas, além dos alimentos com muito sódio, corantes e conservantes (como enlatados, embutidos e fast foods). Invista em uma dieta saudável, rica em verduras, legumes e frutas. O ideal é consumir carne bovina magra, peixe e frango sem pele e mais grãos e cereais integrais.

O sol é importante para a produção da vitamina D no organismo, substância com grande papel na distribuição do cálcio no corpo. Entretanto, deve-se evitar a exposição prolongada ao sol (em especial entre 10h e 16h) e usar filtro solar diariamente. Na praia, na piscina ou durante uma caminhada, utilize também chapéus, óculos escuros, camisetas e guarda-sol.

A prática de atividades físicas diárias também devem entrar na rotina. Recomenda-se que o exercício tenha duração mínima de 30 minutos. Leve seu cachorro para um passeio, desça um ponto antes do trabalho, utilize as escadas em vez de subir ou descer de elevador, caminhe até a padaria ou brinque com as crianças, por exemplo.

Atenção ainda à obesidade, que está relacionada ao surgimento de alguns tipos de câncer e também pode ter ligação com outros problemas de saúde. Procurar o médico diante de qualquer anormalidade pode ajudar a diagnosticar o câncer precocemente, elevando as chances de cura. O check-up anual deve fazer parte da sua agenda.

Hereditariedade

Como o câncer é uma doença que surge devido alterações em algumas funções dos genes, pode acontecer de, em alguns casos, um gene alterado ser passado para o feto durante a gravidez. Por isso, bebê nasce carrega consigo maior risco de desenvolver um câncer.

Estima-se que 5-10% de todos os cânceres tenham um componente hereditário. Entre os mais comuns estão os tumores de mama, cólon, ovário, pâncreas, retinoblastoma (retina) e a leucemia (sangue).

INSTITUTO DO CÂNCER DO ESTADO DE SÃO PAULO

Av. Dr. Arnaldo, 251 - Cerqueira César - São Paulo - SP
CEP: 01246-000 | Tel.11 3893-2000